Dicas para montar a sua reserva de emergência

Foto: Reprodução/InfoMoney


 

Por Paloma Gardênia

 

A importância de se ter uma reserva de emergência já foi um assunto que trouxemos aqui nessa coluna, hoje te proponho a seguir cinco dicas práticas que te ajudarão na formação dessa reserva, comece hoje a colocar a mão na massa e estará dando o seu primeiro passo, vamos de dicas?

1) Revise os seus gastos e também a sua renda, quando você sabe o que ganha e o que gasta você tem o poder de avaliar quando poderá destinar à criação da sua Reserva.

2) Agora que já sabe quanto você ganha e quanto você gasta, está na hora de ver quais os gastos desnecessários poderão abrir espaço para você começar a poupar.

3) Não espere sobrar. Se após avaliar o seu orçamento você enxergar que existe um valor possível para poupar trate isso como prioridade.

4) Mantenha a constância. O exercício de poupar todos os meses acaba por se tornar um hábito, e no final do processo você estará grato por ter feito esse esforço.

5) Sua reserva deve estar investida em algum produto que te dê liquidez imediata (a qualquer momento você pode resgatar o seu dinheiro), rentabilidade acima da inflação (uma boa opção são títulos públicos atrelados ao IPCA, eles renderão a variação da inflação mais uma taxa de juros).

Espero que você coloque esses passos em prática e vamos juntos buscar a sua independência financeira.

----------------------------------------------------------

 

 

Sobre a autora: Sou Bacharel em Ciências Econômicas (Uesb), apaixonada por finanças e ajudo pessoas a se organizarem financeiramente

Instagram @palomagardenia: CLIQUE AQUI