Filho de Mourão vira assessor do presidente do Banco do Brasil e triplica salário

O filho do atual vice-presidente já trabalhava no banco, onde o seu salário era de aproximadamente R$ 12 mil

Apenas oito dias após a posse do novo governo Jair Bolsonaro, o filho do novo vice-presidente Hamilton Mourão, Antonio Hamilton Rossell Mourão, já consegue subir na carreira. 

Antes assessor empresarial da área de agronegócios do Banco do Brasil, o herdeiro foi promovido a assessor especial da presidência do banco, segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo.

De acordo com informações da repórter Aline Bronzati, na Coluna do Broadcast, Antonio, que está no banco há 18 anos e ganhava cerca de R$ 12 mil mensais, ocupará um posto equivalente a uma cadeira de um executivo, com um salário de cerca de R$ 36 mil.

Na nova função, ele vai assessorar o novo presidente, Rubem Novaes, que tomou posse na última segunda-feira, em assuntos relacionados ao agronegócio. Procurado pela reportagem, o Banco do Brasil não se pronunciou. 

O filho de Mourão ainda deve ingressar no Programa de Alternativas para Executivos em Transição, que paga bônus de até R$ 2 milhões para quem ocupou cargo na cúpula do banco por ao menos dois anos.

Terra

Comentários