Presidente da CBF confirma continuação de Tite mesmo em caso de derrota na Copa América

Competição é a grande chance do Brasil voltar aos títulos

Presidente eleito da CBF, Rogério Caboclo bancou a permanência do técnico Tite na Seleção Brasileira até a Copa do Mundo de 2022. Ele já tem contrato válido até a competição, mas costuma dizer que pode ser demitido se perder a Copa América, que será disputada no Brasil neste ano.

Caboclo contou que já conversou com Tite sobre esse tipo de declaração: “Eu disse ao Tite que, isso motivá-lo para a disputa da Copa América, pode continuar pensando assim. Mas ele tem contrato até o Mundial do Catar e vai continuar até lá”.

Tite assumiu o comando da Seleção em 2016, fez sucesso nas Eliminatórias, mas caiu nas quartas de final da Copa do Mundo de 2018. Depois renovou contrato e venceu todos amistosos disputados no final do ano passado.

Em 2019, o Brasil fará dois amistosos em março, contra adversários não definidos. A Copa América começará em 14 de junho. Os ingressos para a competição começam a ser vendidos nesta quinta-feira (10).

Jovem Pan

Comentários