Polícia Militar espanca youtuber gay até deixá-lo inconsciente

Sem paciência e visivelmente irritada, a PM (sim, vários dos policiais) partiu pra cima do youtuber e seu amigo

O último sábado era pra ter sido apenas de alegria para o youtuber LGBT Guigo Kieras, que foi aproveitar a saideira do carnaval com amigos mo bloco de carnaval da cantora Claudia Leitte em São Paulo.

Quando caiu uma forte tempestade que acabou interrompendo o show, ele e seu amigo João Henrique Félix tentaram se abrigar em uma marquise de uma churrascaria pelo local. No momento, foram impedidos grossamente pela polícia, que se abrigava ali e exigiu exclusividade do uso do espaço (público, diga-se de passagem).

Sem contrariar as autoridades, ambos se dirigiram a uma árvore que estava a cerca de um metro e meio de distância de um dos policiais e ficaram abraçados se protegendo da tempestade. Irritado com a proximidade da dupla que tinham acabado de expulsar da marquise, um dos PMs já chegou se dirigindo a eles com cacetete os ameaçando caso não saíssem dali.

Guigo questionou o motivo já que eles não estavam atrapalhando em nada. Sem paciência e visivelmente irritada, a PM (sim, vários dos policiais) partiu pra cima dos dois.

João chegou a ser atingido e teve ferimentos, mas conseguiu correr de lá. Guigo não teve a mesma sorte e não apenas foi atingido como foi covardemente arrastado pelo grupo de policiais até um beco, onde, escondido do público entre viaturas da PM, foi espancado pelas autoridades até ficar desacordado por um mata-leão dado por um dos cinco policiais que o agrediu entre chutes, socos e golpes de cacetete.

Põe na roda

Comentários