Laudo confirma causa da morte de Marília Mendonça

Confirmação aconteceu após análise mais profunda

Foto: Bruno Fioravanti


Após quase três semanas da triste morte de Marília Mendonça em acidente aéreo, as investigações continuam para encontrar as causas. Nesta quinta-feira (25) Polícia Civil de Minas Gerais realizou uma coletiva de imprensa e afirmou o esperado: a cantora morreu vítima de politraumatismo. Ou seja, ela teve fraturas em diversas partes do corpo.

As outras vítimas, Geraldo Medeiros (piloto), Tarciso Viana (copiloto), o produtor Henrique Ribeiro e o tio e assessor de Marília, Abicieli Silveira Dias Filho, também sofreram politraumatismo. Quem chegou à conclusão foi o médico-legista Thales Bittencourt de Barcelos.

Essa hipótese já tinha sido levantada poucas horas depois do acidente, mas só agora foi confirmada após análise mais aprofundada.

“Um traumatismo por queda de avião é aquele que tem energias cinéticas vindo de diversos lados e de muita intensidade, atingindo as regiões letais do corpo, como abdômen, tórax, cabeça e pescoço. Os membros não são tão vitais”, comentou o legista Pedro Fernandes.

Quem avalia a causa da queda é o Centro de Prevenção e Investigação de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa). Um relatório final do acidente ainda é esperado. Só então, será possível tomar as providências cabíveis, legalmente falando.

Popline

Comentários