Mãe e cinco crianças são mantidas em cárcere por pastores evangélicos

Os pastores prometeram a família uma vida melhor e acolhimento espiritual

Foto: Reprodução/Google Street Views


Mãe e filho, que se apresentavam como pastores de uma igreja evangélica, foram presos em Feira de Santana, no Centro-norte do estado, por suspeita de manter em cárcere privado uma mulher e os cinco filhos dela, crianças de 8 a 11 anos.

A prisão dos dois aconteceu na quarta-feira (26). De acordo com informações da TV Bahia, as vítimas, que são do Ceará, foram convencidas a mudar de estado em troca de uma oportunidade de trabalho e acolhimento espiritual.

Na Bahia, além de ser submetida ao cárcere privado, a família passou por sessões de tortura. A mulher denunciou o caso após conseguir entrar em contato com um agente do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) da cidade de Cruz, município de origem das vítimas.

Prisão

Ainda de acordo com a TV Bahia, a vítima não conseguiu mandar a localização da residência onde estava com os filhos, mas enviou a foto da placa de um carro. A partir do registro, a Polícia Civil do Ceará iniciou as investigações.

A mãe e os filhos foram localizados após a Secretaria de Segurança Pública do Ceará entrar em contato com a Polícia Civil de Feira. Os suspeitos foram presos em flagrante e encaminhados para o Complexo de Presídios da cidade, onde permanecem detidos.

O suspeito, que tem 23 anos, teve a prisão em flagrante convertida em preventiva. Ele também é suspeito de abusar de uma menina de 12 anos após a mãe dela não permitir que ele se casasse com a filha.

BNews

Comentários