Febre Amarela: "Vitória da Conquista não está incluída nas cidades de risco", diz a coordenadora da Vigilância Epidemiológica

Em entrevista na manhã desta quarta-feira (18) no Redação Mega, da Mega Rádio, a coordenadora municipal da Vigilância Epidemiológica, Tatiane Silva Santos, disse que não havia motivos para a população entrar em pânico em relação à febre amarela em Vitória da Conquista.

"Não há motivo para pânico aqui na cidade. A gente gostaria de tranquilizar a população. Não há motivo para o desespero, para estar correndo até as unidades de saúde em busca da vacina porque nós não somos considerados uma área de risco", afirmou a coordenadora.

A preocupação da população começou após vários casos de febre amarela registrados em Minas Gerais e após a secretaria de Saúde do Estado da Bahia recomendar a vacinação para 100% da população em 45 municípios do estado, sendo três na região Sudoeste: Carinhanha, Iuiú e Malhada. Vitória da Conquista não está na lista, mas segundo a coordenadora, os postos estão abastecidos com a vacina para imunização de rotina.

"O nosso município não tem necessidade de estar realizando essa vacinação em massa e nós estaremos dando continuidade a vacinação de acordo com o preconizado pelo programa nacional de imunização e vamos estar vacinando aqueles pacientes de rotina".