MEGA: Projeto de extensão da UESB visa vacinar animais domésticos e de rua;saiba mais na entrevista

Os animais de estimação são considerados uma boa companhia, mas além de atenção diária, os pets necessitam dos seus tutores um cuidado especial com a saúde. É preciso manter as vacinas em dia, dar remédios para vermes e medicar periodicamente contra pulgas e carrapatos.

Diante disso, um projeto de extensão da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) em Vitória da Conquista, com o apoio do curso de Medicina Veterinária da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC) cria ações educativas sobre o cuidado com animais domésticos e de rua para a promoção da saúde pública.

Diversos bairros já foram contemplados com tais ações que incluem: vacinação; distribuição de brindes; bazar e doação de roupas. Neste sábado (15), o bairro Patagônia vai ser o último a ser contemplado e a MEGA conversou com a coordenadora do projeto, Gabriele Marisco.

"Com o alvo principal em atender pessoas de baixa renda de comunidades que são pouco atendidas por clínicas veterinárias e que tem o auxílio veterinário pra no que se refere a vacinação no que se refere a vermifugação a uma tríagem de consulta. Então, esse projeto visa além das funções clínicas, das questões veterinárias e também fazer uma abordagem educativa de tratamento com os animais domésticos e de rua", pontuou Gabriele.

Até o presente momento mais de 180 animais já foram atendidos e as pessoas que gostariam de ser atendidas passam por um cadastro e depois uma tríagem para conhecer as necessidades dos animais. "A gente tá vacinando contra a raiva, com uma vacina fornecida pela secretaria de saúde do município. Os animais são vacinados pra raiva, os animais que estão dentro dos critérios para receber a vermifugação são vermifugados gratuitamente e além disso, os animais em condições necessárias recebem uma consulta após a tríagem", destaca a coordenadora.

Recentemente o caso do cachorro brutalmente morto por um funcionário do Carrefour levantou a questão dos maus tratos com os animais e Gabriele informou que esta também é uma prática no município.

"Nós sabemos que os maus tratos, a falta de cuidados, atropelamentos são crimes, infelizmente pouco punidos, mas acontecem muito.Então, esse projeto convida as pessoas para levar seus animais para eles estarem vacinados (...) Saber a importância de ter um animal, sua responsabilidade em cuidar do animal que você tem em casa e a importância de cuidar daquele animal de rua. Já que aquele animal sente fome, sente sede, sente frio como a gente".

Marisco também citou que objetivo do projeto é que outras ações como essa continuem e a necessidade de um mutirão de castração. "Queremos que ano que vem que aconteça um mutirão de castração aqui em Vitória da Conquista, precisamos ter um mutirão de castração para que a gente comece efetivamente um controle populacional dos animais que vivem em nossas ruas", finalizou.

 

Confira a entrevista