Novo presidente da Câmara de Conquista comenta sobre alinhamento com a prefeitura e propostas para o seu mandato

O presidente da Câmara Municipal, Luciano Gomes, em entrevista para o programa Redação Mega, nesta quinta-feira (17) comentou suas propostas para o legislativo durante os dois anos de mandato.

De acordo com Luciano, a escolha do seu nome para a presidência da casa foi um consenso entre os vereadores, ao fim da eleição o camarista obteve 20 votos favoravéis e apenas um voto contrário. Muito se especulou sobre a vitória de Luciano com um possível alinhamento com o prefeito Herzem Gusmão e ao ser questionado o edil comentou que mesmo sendo da oposição "o prefeito não interferiu no processo, não fez nenhuma objeção ao meu nome e quem não atrapalha ajuda. O prefeito ajudou, mas que fique claro que foi uma escolha da câmara".

O edil informou que todos os projetos que chegarem até a câmara serão analisados e ajustados diante da necessidade latente, mas de maneira nenhuma a casa vai agir "com politicagem ou para prejudicar o prefeito", disse ele que completou "mesmo porque quando você tenta prejudicar o prefeito, não é o prefeito que você está prejudicando, você está prejudicando a população e a câmara de Conquista sempre foi muito responsável", finalizou. 

 

Pautas para este ano 

O vereador quer manter a credibilidade da Câmara de Vereadores e para isso temas como: o novo aeroporto, a luta por um gasoduto, a barragem e mais torres de telefonia serão debatidos no plenário ao longo desse biênio.

 

Transporte clandestino

Ao ser questionado sobre a situação das vans, o camarista comentou a complexidade do tema. "É preciso ter atitude e coragem para resolver", disse Luciano que ainda destacou a necessidade da regulamentação dessas vans, para que os vanzeiros paguem seus impostos e fiquem legalizados.

 

Zona rural

Morador da zona rural ele afirma ter "um olhar especial" para a área e tem o intuito de trabalhar para esta população. Dois pontos citados foram: a falta de torres de telefonias movéis e na melhoria do sistema de água nas localidades rurais.

O edil afirmou que o maior desafio durante seu mandato é fazer com que o homem do campo seja visto e seja melhor atendido pelo município.

 

Confira a entrevista na íntegra