Espetáculo conquistense conta a história de Santo Antônio;confira

O espetáculo é fruto de uma pesquisa cênica que reproduz passagens e milagres da vida de Santo Antônio de Pádua, enfatizando sua busca por uma sociedade igualitária, pelo amor incondicional ao próximo e encontro com o verdadeiro sentido existencial

Ele é um dos santos celebrados pelos católicos no mês de junho. Padroeiro dos pobres, das mulheres grávidas, dos que desejam encontrar objetos perdidos e dos oprimidos. Conhecido como santo casamenteiro, Santo Antônio virou tema de um espetáculo teatral em Vitória da Conquista. Sob a direção de Victória Vieira, a peça “Antônio – o espetáculo” é uma produção 100% conquistense.

Com apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, o espetáculo é fruto de uma pesquisa cênica que reproduz passagens e milagres da vida de Santo Antônio de Pádua, enfatizando sua busca por uma sociedade igualitária, pelo amor incondicional ao próximo e encontro com o verdadeiro sentido existencial. Exalta a valorização do conhecimento, o qual dignifica e constrói a individualidade e importância de cada ser.

Para além do elenco de atrizes e atores da cidade, se somam às cenas os bonecos marionetes, característicos das produções de Victória, que também é artista plástica e assina o texto, e a música autoral do maestro João Omar, em parceria com o músico Marcelo Viana.

Apresentação

As apresentações serão nos dias 13 e 14 de julho, próxima sexta e sábado, às 20h, no Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima.

SERVIÇO
Antônio – o espetáculo
Texto e Direção: Victória Vieira
Trilha Sonora: João Omar e Marcelo Viana
Elenco: Adriano Siqueira, André Ottero, Denis Martins, Francisco Carlos, Isaura de Mattos e Rogério Leandro
Figurino: Victória Vieira
Assistente de figurino: Denis Martins
Bonecos e adereços: Victória Vieira e Adriano Siqueira
Ingressos: R$ 30 e R$ 15*
Pontos de venda: Memórias de Naftalina (Praça dos Motoristas, nº 105); Trilha Calçados e Panvicon Center.
Classificação Livre
Outras informações: (77) 98855-8668

*Estudantes, professores, idosos e pessoas com deficiência têm direito à meia-entrada.

Comentários