Vitória da Conquista é contemplada em editais nacionais voltados ao Meio Ambiente

Ao todo, o edital recebeu 205 propostas, das quais 25 foram selecionadas pelo Conselho Deliberativo do FNMA. Até o 19º colocado, todos estão em municípios nordestinos

Vitória da Conquista foi um dos 14 municípios selecionados pelo Fundo Nacional do Meio Ambiente (FNMA) no Edital que pretende implementar iniciativas socioambientais de redução de vulnerabilidade à mudança do clima em áreas urbanas. O resultado foi divulgado no dia 26 de outubro. O Edital lançado em junho é na ordem de R$ 5,5 milhões.

Ao todo, o edital recebeu 205 propostas, das quais 25 foram selecionadas pelo Conselho Deliberativo do FNMA. Até o 19º colocado, todos estão em municípios nordestinos. O primeiro colocado é da Bahia, o segundo, de Pernambuco, e o terceiro, da Paraíba. Vitória da Conquista ficou em sétimo lugar. Confira aqui os projetos selecionados

O objetivo do FNMA é apoiar financeiramente projetos que tenham como meta o uso racional e sustentável de recursos naturais – incluindo a manutenção, melhoria ou recuperação da qualidade ambiental no sentido de elevar a qualidade de vida da população brasileira.

 

Projetos aprovados

Cada projeto poderá receber entre R$ 300 mil e R$ 500 mil, não reembolsáveis. O prazo de execução é de, no mínimo, 18 meses e, no máximo, 36 meses. O projeto elaborado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente aborda a recuperação florestal do Rio Verruga. Os recursos para tocar o projeto são na ordem de R$ 480 mil. A previsão é que a proposta seja executada em dois anos, com suas atividades acontecendo de forma simultânea.

No projeto consta que há 27,804 hectares de área de preservação permanente (APP) a serem recuperadas. Mudas serão plantadas e cercas serão colocadas. Cursos também serão ministrados com o intuito de orientar a população. “Em todo o processo de execução haverá a participação social, desde a implementação das mudas, a irrigação, ao cercamento. Haverá durante as atividades cursos e palestras para que os participantes façam parte do processo e façam com que toda a prática seja incorporada ao dia a dia da população”, comentou a secretária de Meio Ambiente, Luzia Vieira.

Outro programa a ser implantado em Conquista é o Município Produtor de Águas. O programa criado pela Agência Nacional de Águas (ANA) visa estimular os produtores rurais a investirem no cuidado com as águas, possibilitando o acesso a apoio técnico e financeiro para práticas conservacionistas.

Esse é um caminho necessário ao qual Vitória da Conquista atendeu. Em 2017, o Governo Municipal apresentou proposta de recuperação florestal de áreas de preservação permanente de nascentes e mananciais do Rio Catolé e a cidade foi contemplada no Chamamento Público 001/2017/ANA com recursos na ordem de R$ 396 mil. “Tão logo o convênio seja assinado, serão iniciadas as atividades de execução do projeto aprovado”, afirma Vieira..

Com informações da Ascom/MMA

Comentários