Em nova atualização, WhatsApp pode começar a bloquear prints de conversas

Função que impede capturas de telas nas conversas do aplicativo já está em fase de testes

O WhatsApp está implementando a função de bloqueio de conversas por meio de impressão digital, mas há um pequeno problema em relação a isso: quando a função está ativada, o aplicativo proíbe que sejam feitas capturas de tela de conversas. Quem descobriu essas informações foi a equipe do site WABetaInfo, durante testes realizados na versão beta 2.19.106 do aplicativo de mensagens.

Segundo o site, quem optar por ativar a proteção de conversas por meio de impressão digital não poderá mais realizar capturas de tela, os famosos prints (ou screenshots). Essa autenticação não virá ativada por padrão, os usuários devem optar se querem ou não ativá-la. Isso pode ser feito na aba de “Privacidade” dentro do aplicativo.

Reprodução

Ainda não se sabe o que motiva a empresa a impedir a captura de tela dentro do aplicativo após a ativação dessa medida de segurança. Caso ela não seja ativada, as capturas de tela são liberadas normalmente.

Ao abrir o app, será necessária a impressão digital do usuário para que as conversas sejam abertas. Caso a digital não seja reconhecida, uma mensagem de erro será mostrada. Mesmo com a medida de segurança, será possível responder mensagens pela barra de notificações e atender a ligações mesmo com o WhatsApp bloqueado.

Além de ativar o bloqueio, o usuário poderá definir o intervalo de tempo em que a impressão digital é exigida. Pode ser imediatamente ou após 1, 10 ou 30 minutos. Não há data para que a funcionalidade seja implementada e nem se, de fato, ela chegará ao público final, já que ainda está em fase de testes.

Reprodução

Olhar Digital

 

Comentários