BRASIL: "Bolsonaro calado é um poeta", diz Tasso Jereissati

Relator da reforma no Senado vê tendência autoritária no presidente e diz que indicação de Eduardo para os EUA pode contaminar o cenário

O tucano Tasso Jereissati, relator da reforma da Previdência no Senado, recomendou silêncio a Jair Bolsonaro durante a tramitação.

Ele disse à Folha:

“Acho que a postura que ele deve ter é quanto mais calado, melhor, que aí as coisas fluem com mais tranquilidade, sem criar nenhum ponto de atrito.”

Traduzindo: Bolsonaro calado é um poeta.

Comentários