CONQUISTA: Moradores impedem pavimentação de rua; Herzem promete acionar MPF

A decisão definitivamente não agradou aos moradores, que desde o ano passado tentam impedir o asfaltamento

Uma unidade escolar será inaugurada na Rua H do bairro Morada Nova, em Vitória da Conquista. Em virtude da inauguração, a Prefeitura decidiu asfaltar apenas o trecho da rua que dá acesso à escola, cerca de 200 metros de asfalto. A decisão definitivamente não agradou aos moradores, que desde o ano passado tentam impedir o asfaltamento.

Nesta terça-feira (14), houve mais uma tentativa de asfaltar o trecho que dá acesso à creche, e, novamente, os moradores se reuniram com faixas e cartazes e impediram o trabalho das máquinas. A reivindicação é que seja asfaltado todo o bairro ou, ao menos, toda a rua onde a escola está localizada.

A Polícia Militar e o Secretário de Mobilidade Urbana Jackson Youshiura estiveram no local na tentativa de acalmar os ânimos e chegar a um consenso com os moradores, contudo, nenhuma decisão ficou acordada.

Ao contrário do que fez em relação aos protestos do ano passado, dessa vez, o prefeito Herzem Gusmão resolveu se manifestar. Em um discurso na Rádio Clube FM, Herzem criticou os protesto e disse já ter acionado o Ministério Público Federa (MPF) para que sejam adotas as intervenções necessárias com o objetivo de garantir o asfaltamento e, assim, a inauguração da escola.

“Nós já representamos no Ministério Público Federal, porque isso é obra federal, a Caixa já acionou a Polícia Federal”, Herzem também disse que vai haver uma representação contra um candidato a vereador, a quem ele atribui a organização dos protestos: “doutor Ismerim vai acioná-lo no Tribunal Regional Eleitoral”, finalizou.

O prefeito expressou ainda uma preocupação antecipada com outros equipamentos que serão entregues e que, para isso, terão de ter seu entorno asfaltado.

Essa não é primeira vez que uma obra da Prefeitura causa a revolta da população. Em outubro do ano passado, moradores do loteamento Antônio Brito, organizaram um protesto devido o início da pavimentação asfáltica do Conveima I. Moradores do Antônio Brito se revoltaram pela fato de ruas serem asfaltadas pela metade por não pertencer ao bairro previsto no projeto. Com informações do Blog do Sena

Comentários