Brincadeira viral pode causar traumatismo e levar à morte

Médicos de diversas especialidades também compartilham as imagens com o intuito de alertas os pais

Diversos vídeos com a nova “brincadeira” estão circulando nas redes sociais. O novo desafio, que vem sendo chamado de “quebra-crânios”, está causando preocupação. Nele, três pessoas ficam lado a lado. Enquanto a do meio (desavisada) salta, os dois das extremidades aplicam uma rasteira, causando sua queda.

Médicos de diversas especialidades também compartilham as imagens com o intuito de alertas os pais. “Traumas como esses podem levar a uma hemorragia intracraniana, necessitar de cirurgia de emergência, levar ao coma e até mesmo a morte”. Diversos profissionais de saúde tem usado de suas redes sociais para alertar sobre a brincadeira perigosa, que viralizou e vem causando preocupação entre profissionais da saúde e pais de crianças e adolescentes. 

Uma estudante de 16 anos morreu, em novembro do ano passado, depois bater a cabeça no chão durante uma brincadeira parecida em Mossoró, no Rio Grande do Norte. Emanuela Medeiros sofreu traumatismo craniano. Ela chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Comentários