Aos 88 anos, Stênio Garcia desabafa após exigência absurda da Globo

Ator fez o desabafo após ultimato recebido por emissora

Stênio Garcia recebeu um ultimato da Globo e resolveu desabafar sobre: caso não fosse escalado para alguma novela até o dia 30 de março, seu contrato seria cancelado.

O ator de 88 anos se sentiu injustiçado pela emissora que ele, em suas próprias palavras, "praticamente ajudou a construir":

“A Globo me exigiu algo absurdo aos 88 anos, sendo que ajudei a colocar tijolo por tijolo lá, estou lá desde o início. Já estava começando essa pandemia do coronavírus e me informaram que se eu não tivesse algo em vista seria demitido. Como eu iria falar com diretores e autores se não posso sair de casa? Por isso fiz um apelo pelas redes sociais. A Glória (Perez) minha grande parceira, grande amiga me salvou. Estarei na próxima novela dela”.

A esposa do ator, a também atriz Marilene Saade afirmou que o marido está bastante abalado com o ocorrido:

“Ele está em choque, é muita falta de sensibilidade fazerem isso com ele, uma prata da casa (Globo), com 70 anos de carreira. O Stenio e a Glória conversaram pelo WhatsApp e ela garantiu ele na produção. Ele perguntou: 'Posso dizer que estou na sua novela?'. Ela falou: 'Por favor”, contou Marilene, que ainda completou: “O que estão fazendo com ele é tortura, ele ainda está desnorteado”.

Apesar de ter dito que o assuntou "morreu" para ele, o astro da inesquecível série "Carga Pesada" recebeu apoio de colegas de profissão, como Victor Fasano, Carlos Vereza, Regina Duarte, e afirmou estar emocionado e surpreso com o carinho recebido:

“Neste momento tão difícil foi muito gratificante receber apoio de tanta gente querida. Fiquei muito feliz, são pessoas que prezo muito, me senti acarinhado. Estou emocionado demais, descobri que meus fãs são meus melhores amigos”.

Por fim, o ator fez um apelo para que as pessoas sigam em suas casas durante a pandemia do Coronavírus: “Não é apenas por mim que tenho 88 anos e estou no grupo de risco, é pelos outros também. Fiquem em casa”.

Comentários