Grupo ignora quarentena e é flagrado fazendo sexo à luz do dia; [VEJA VÍDEO]

Caso as pessoas envolvidas na gravação sejam identificadas, eles podem ser encaminhados para a delegacia mais próxima para registro de ocorrência

Um grupo de pessoas foi flagrado mantendo relações sexuais dentro de uma lancha no Lago Paranoá, em Brasília, à luz do dia. As gravações aconteceram em plena pandemia do novo coronavírus, que colocou o mundo inteiro em quarentena e distanciamento social.

Além de descumprir as regras de isolamento social, as pessoas presentes no vídeo também não estão usando máscaras de proteção contra covid-19 e, ainda por cima, indo contra a lei. Manter relação sexual em local público é crime de ato obsceno.

Caso as pessoas envolvidas na gravação sejam identificadas, eles podem ser encaminhados para a delegacia mais próxima para registro de ocorrência. O crime de ato obsceno prevê detenção de três meses a um ano, ou o pagamento de uma multa.

Recentemente, o Lago Paranoá vem recebendo outras festas clandestinas durante a pandemia. De acordo com o Metrópoles, foram flagrados pelos menos 20 veículos posicionados no Deck Sul em uma madrugada.

As festas contam com a participação de vários jovens, que ficam no local ouvindo música alta e em aglomeração.

Exitoína

Comentários