STJ adia julgamento de recursos de Flávio Bolsonaro no caso das rachadinhas

O pedido da defesa de Flávio foi feito em abril e já tinha sido negado outras duas vezes por Felix Fischer, que é relator do caso

O Superior Tribunal de Justiça tirou da pauta o julgamento o recurso da defesa de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ). O pedido dos advogados do senador era para que as investigações da rachadinha fossem paralisadas. A decisão foi tomada pelo ministro Felix Fischer, segundo informações do portal G1.

O julgamento aconteceria nesta terça-feira, 15, e seria responsabilidade da Quinta Turma do STJ. Não há previsão para que o julgamento seja retomado.

O pedido da defesa de Flávio foi feito em abril e já tinha sido negado outras duas vezes por Felix Fischer, que é relator do caso.

Flávio Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), é investigado por suspeita de peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro referentes ao período em que era deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, entre 2003 e 2018.

Flávio seria o chefe da organização criminosa e estima-se que o esquema, que envolvia o ex-assessor Fabrício Queiroz, tenha movimentado R$ 2,3 milhões. Funcionários do gabinete devolviam valores recebidos e o dinheiro era lavado com aplicação em uma loja de chocolates da qual o senador é sócio.

Yahoo Notícias

Comentários