Palestinos acusam Israel de atacar e destruir prédio residencial de 13 andares na Faixa de Gaza

Conflitos entre israelenses e palestinos se intensificaram nesta semana após violência em Jerusalém. Foguetes foram lançados em direção a Tel Aviv

 Foto: Ibraheem Abu Mustafa/Reuters


Ataques de Israel derrubaram um prédio residencial de 13 andares na Faixa de Gaza nesta terça-feira (11), acusou a missão Palestina no Reino Unido. A agência de notícias Reuters também registrou o momento em que uma enorme coluna de fumaça sobe de onde havia um edifício na região.

Os confrontos entre israelenses e palestinos, que já deixaram ao menos 30 mortos, se intensificaram nesta terça-feira. Sirenes soaram em Tel Aviv — segunda maior cidade de Israel que abriga grande comunidade internacional — e sistemas de escudo anti-aéreo foram acionados.

De acordo com relatos da polícia, citados pelo jornal Haartetz, alguns foguetes lançados chegaram a cair nos arredores de Tel Aviv. Duas mulheres morreram em Israel após os ataques.

O Hamas disse que lançou um total de 130 foguetes — o maior ataque desde então. Imagens circularam pelas redes sociais de projéteis sendo lançados em direção a Israel.

As trocas de ataques entre o grupo Hamas, que controla a Faixa de Gaza, e forças israelenses ocorrem como uma das consequências da nova onda de violência em Jerusalém Oriental. Essa tensão se iniciou com confrontos entre palestinos e a polícia israelense, principalmente na Esplanada das Mesquitas, na Cidade Velha de Jerusalém.

Fonte/G1

Comentários