Léo Dias revela suposta máfia pra fazer sucesso em plataforma digital de música

Talento? Carisma? Boa voz? Ótima produção? Não! Muitas vezes, o dinheiro é a única explicação por trás de um sucesso

Foto: Unsplash


A sua atenção, o tempo que você fica nesta página, o play, o clique e as visualizações, tudo isso tem valor. Não é à toa que há um mercado paralelo que cobra alto para garantir que músicas tenham plays no Spotify, revelou o jornalista Léo Dias.

Em sua coluna no Metrópoles, Léo afirmou que a quantidade de vezes que você, leitor, escuta o seu artista favorito ou o coloca nas suas playlists garante não só que ele alcance destaque nas plataformas de streaming, mas também, também, faz com que ganhe em royalties e mais poder de barganha na hora de assinar um contrato para um show, por exemplo.

VEJA TAMBÉM: LUTO: Morre Sergio Mamberti, aos 82 anos, ator de Castelo Rá-Tim-Bum e Vale Tudo

Assim como a já sabida venda de curtidas no Instagram, também é possível comprar plays, ouvintes e um lugar ao sol em playlists no Spotify, destacou o colunista.

E quanto custa o show para driblar o algoritmo dos serviços de música? Veja a tabela:

1000 plays – R$ 26,08
20000 plays – R$ 362,08
40000 plays – R$ 719,16
60000 plays – R$ 1070,16

Comentários