Ex-patroa que agrediu babá no Imbuí é indiciada por quatro crimes

O Ministério Público informou, por meio de nota, que o inquérito policial foi recebido e deve ser analisado

Foto: Reprodução


A empresária Melina Esteves França, investigada por agredir a babá Raiane Ribeiro, 25 anos, que pulou de um prédio no bairro do Imbuí, em Salvador, foi indiciada por quatro crimes. O inquérito do caso foi concluído na quarta-feira (23).

Titular da 9ª Delegacia (Boca do Rio) e responsável pela investigação do caso, o delegado Thiago Pinto afirmou que não poderia informar quais medidas cautelares foram solicitadas para suspeita. Melina foi indiciada pelos crimes de lesão corporal, ameaça, cácere privado e redução de trabalho análogo à escravidão. Os crimes têm penas que variam entre dois meses e oito anos de prisão.

VEJA TAMBÉM: Prédio do secretário da Segurança Pública da Bahia é assaltado duas vezes em menos de 15 dias

"Com relação às medidas, não posso especificar quais foram, porque já foram reiteradas no relatório final e encaminhadas ao Judiciário, o qual se eu informar pode dificultar a ação penal a ser realizada pelo Ministério Público", disse, em coletiva à imprensa, nesta quinta-feira (24).

O Ministério Público informou, por meio de nota, que o inquérito policial foi recebido e deve ser analisado pelo promotor de Justiça Tarcísio Moreira Caldas Vianna Braga.

METRO1

Comentários