CONQUISTA: Delegado Marcus Vinicius critica quarentena para policiais, juízes e promotores

O vereador considerou a votação como absurda no sentido de cercear o direito de qualquer cidadão poder se candidatar a um cargo político

Foto: Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista


Em Sessão Ordinária da Câmara Municipal, realizada na última sexta-feira (24), o vereador Delegado Marcus Vinicius (Pode) criticou a votação do Legislativo Federal que aprova a “quarentena” para policiais, juízes e promotores que tenham intenção de se candidatar a cargos políticos. 

VEJA TAMBÉM: http://www.megaradiovca.com.br/noticia/87584/conquista-xando-sauda-festa-de-cosme-e-damiao-e-alerta-para-intolerancia-religiosa/

Vinicius explicou que caso o Senado aprove essa decisão para as eleições de 2025, os policiais, promotores e juízes só poderão se candidatar se tiverem quatro anos de afastamento de suas funções. “A quem interessa isso? Por que não querem policiais, promotores e juízes lá no Congresso Nacional? Ou no Senado? Ou em qualquer outra casa legislativa?”, questionou o vereador.

O vereador reconheceu que nem todos que se candidatam são pessoas de caráter ilibado, mas que, de um modo geral, são pessoas honestas que querem realmente enfrentar o sistema e incomodam. Ele considerou a votação como absurda no sentido de cercear o direito de qualquer cidadão poder se candidatar a um cargo político, destacando que a pauta foi votada sem justificativa.

“Não tem uma justificativa para proibir os promotores, juízes e policiais de se candidatarem. Apenas querem que tenham 4 anos de interstício em relação ao fim da respectiva carreira, da aposentadoria”, finalizou o vereador Marcus Vinicius. 

Comentários