CPI retoma depoimento de Luciano Hang após suspensão motivada por confusão entre senadores e advogados

Empresário bolsonarista se recusou a assinar compromisso de dizer a verdade à comissão

Foto: Reprodução


O depoimento do empresário bolsonarista Luciano Hang, na manhã desta quarta-feira, tem sido marcado por desentendimentos e muita interrupção por parte dos senadores governistas e da oposição. Por causa das discussões frenquentes ao longo da sessão, o presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), suspendeu a oitivia temporariamente até que o advogado de Hang deixasse a sala. O depoimento foi retomado cerca de quarenta minutos depois, às 12h50.

VEJA TAMBÉM: CONQUISTA: Sociedade civil participa de Audiência Pública sobre Setembro Amarelo

Hang, dono da rede de lojas Havan, é investigado em diferentes linhas de apuração. O empresário negou ter financiado o esquema de fake news e também afirmou que não é bolsonarista. Hang irritou os senadores ao exibir placas com dizeres como "não me deixam falar".

A comissão chegou a exigir a retirada de um de seus advogados. Hang disse também que a morte de sua mãe foi usada "politicamente".

METRO1

Comentários