Câmara aprova convocação de Guedes para explicar conta milionária em paraíso fiscal

Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público aprovou a convocação do ministro da Economia

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil 


A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (5) a convocação do ministro da Economia, Paulo Guedes, para prestar contas à sociedade sobre sua empresa offshore em paraíso fiscal , a Dreadnoughts International.

VEJA TAMBÉM: Pirralho mimado que manda em todos, diz ex-jogador do PSG sobre Neymar

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, que também manteve conta no exterior durante o exercício do cargo, não foi incluído na convocação requerida pelo deputado Paulo Ramos à Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público.

O deputado Kim Kataguiri lembrou que Guedes pediu publicamente para tirar offshores da reforma tributária a fim de "evitar confusão". 

"Confusão significa prejuízo para o bolso dele. O mesmo ministro que quer taxar lucros e dividendos, manda o dinheiro para o exterior para não pagar impostos", declarou. 

Além disso, ressaltou que a prática configura claro conflito de interesses e viola o Código de Conduta do cargo.

"No primeiro parágrafo o texto diz que é vedado o investimento em bens, cujo valor ou cotação possa ser afetado por decisão, ou política governamental a respeito da qual o ministro tenha informações privilegiadas", explicou o deputado. 

Os deputados que formam a base do governo alegaram que a convocação não era necessária pelo fato de os bens estarem declarados justo à Receita Federal. Mesmo assim, alertaram que a Casa precisa estar atenta para saber se o ministro utilizou informações privilegiadas para beneficiar seus investimentos. 

O ministro da Economia pode ter lucrado cerca de R$ 14 milhões com a valorização do dólar , somente durante o período em que está à frente da pasta, desde janeiro de 2019. Segundo a revista Piauí, em setembro de 2014, quando fundou a offshore, nas Ilhas Virgens Britânicas, Guedes tinha US$ 9,55 milhões. Esse montante correspondia a quase R$ 37 milhões em 2019. Na época, a cotação do dólar era de R$ 3,85. No câmbio atual, cada moeda americana equivale a R$ 5,37. Hoje, a Dreadnoughts vale cerca de R$ 51,3 milhões. Sendo assim, nos mil dias de governo, Guedes teria lucrado R$ 14,5 mil por dia.

IG

Comentários