Polícia Federal mira encontros de Jair Bolsonaro e Eduardo nos EUA

Um dos focos da apuração é a relação da rede bolsonarista com seguidores do ex-presidente Donald Trump e com o filósofo Olavo de Carvalho

Foto: Reprodução/Rodrigues Pozzebom/Agencia Brasil 


A Polícia Federal está mirando, dentro do inquérito que investiga milícias digitais, os encontros do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) realizados durante visita aos Estados Unidos.  

Em setembro, na ocasião, Bolsonaro se encontrou com o influenciador Allan dos Santos, do site Terça Livre, enquanto seu filho, Eduardo, visitou a sede da rede social americana de direita Gettr.

Um dos focos da apuração é a relação da rede bolsonarista com seguidores do ex-presidente Donald Trump e com o filósofo Olavo de Carvalho, segundo a coluna Painel, da Folha de S.Paulo. 

Discípulo de Olavo, Allan dos Santos se mudou para os EUA após virar alvo da Polícia Federal. Ele postou uma foto do encontro com Eduardo e um vídeo da conversa com o presidente na saída do hotel onde integrantes do governo ficaram hospedados.

A gravação mostra os dois falando rapidamente ao pé do ouvido. Eduardo, por sua vez, registrou a visita à Gettr, rede de direita criada por Jason Miller, ex-porta-voz de Donald Trump. O empresário esteve no Brasil e foi ouvido pela PF no dia 7 de setembro.

A PF apura a relação com aliados do ex-presidente americano se dá somente pelo uso dos métodos de Steve Bannon, ex-estrategista de Trump, ou se há algum tipo de apoio financeiro entre os grupos.

BNews

Comentários