Conmebol veta entrada da Globo na final da Libertadores

Emissora recebeu punição por transmitir entrevista pirata

Foto: Buda Mendes/Getty Images


A Conmebol vetou a entrada de qualquer profissional da Globo no Estádio Centenário, no Uruguai, palco da final da Copa Libertadores, que será disputada no próximo sábado (27/11). A medida é consequência da exibição “pirata” de uma coletiva de imprensa do técnico Abel Ferreira, do Palmeiras.

A exibição foi feita no programa Troca de Passes, da SporTV, após a classificação do Palmeiras para a final graças a um empate com o Atlético Mineiro, no dia 28 de setembro. Por causa disso, a emissora não teve nenhuma credencial aprovada para as decisões da Sul-Americana e da Libertadores.

De acordo com informações do Notícias da TV, a Conmebol tomou a medida porque, por contrato, é proibida a exibição de coletivas ao vivo de seus torneios por empresas que não têm os direitos de transmissão dos jogos. Ainda de acordo com o Notícias da TV, o veto teria causado um grande mal-estar à emissora.

Atualmente, os detentores desses direitos são SBT, Disney e, claro, a própria Conmebol.

Metrópoles

Comentários