BAHIA: Polícia Federal realiza operação de combate a desvio no pagamento do Auxílio emergencial

PF estima que cerca de 90 contas foram fraudadas

Foto: Itana Alencar/G1 BA


A Polícia Federal cumpre 11 mandados em uma operação contra fraudes no Auxílio Emergencial, na manhã desta quinta-feira (25). As ações acontecem nas cidades de Salvador e Coração de Maria. As investigações apontam que 90 contas foram falsificadas no aplicativo da Caixa Econômica Federal.

Das 11 determinações judiciais, três são de busca e apreensão, quatro de afastamento de sigilo bancário e as outras quatro de sequestros de bens. Além disso, a Operação Parcela Baiana também bloqueou R$ 200 mil de contas bancárias, por determinação da Justiça. Não há mandados de prisões temporárias.

As investigações identificaram fraudes que causaram prejuízos de R$ 90 mil ao programa assistencial. Os valores foram transferidos e depositados para contas vinculadas aos fraudadores, e também para pagamentos de boletos bancários emitidos pelos suspeitos.

A estimativa da PF é de que os valores sejam ainda maiores, porque os dados investigados são de curto período, cerca de 14 dias, além de possivelmente existirem casos em que os beneficiários não contestaram o não recebimento do auxílio.

A investigação corre em três inquéritos diferentes, apurados a partir da base de dados da Polícia Federal e também de proteções de contestação, fornecidos pela Caixa Econômica Federal. Participam também da operação o Ministério Público Federal, o Ministério da Cidadania, a Receita Federal, a Controladoria-Geral da União e o Tribunal de Contas da União.

Os fraudadores responderão por furto qualificado mediante fraude e, caso condenados, poderão pegar pena de dois a oito anos de reclusão.

G1

Comentários