Olavo de Carvalho não passou pela imigração para sair do Brasil e voou do Paraguai para os EUA

O filósofo saiu do Brasil após ser intimado pela Polícia Federal para prestar depoimento

Foto: Reprodução


Após ser intimado pela Polícia Federal, no dia 9 de novembro, para depor, Olavo de Carvalho saiu do Brasil às pressas. Ao chegar nos Estados Unidos, onde mora, o filósofo negou ter saído para fugir do depoimento e disse que recebeu passagens de avião de última hora. No entanto, a apuração feita pelo jornal Folha de S. Paulo mostrou que Olavo viajou de carro até o Paraguai, de onde pegou um vôo para os EUA.

De acordo com o jornal, um dia depois de Olavo receber a intimação, sua esposa comprou passagens com saída de Assunção, no Paraguai, para Miami. A compra foi feita com dinheiro em espécie.

Ainda no dia 10, o filósofo deixou a clínica onde estava internado, sem avisar. O estabelecimento registrou a saída como "evasão de paciente". Na primeira intimação, Olavo havia se esquivado de depor à PF, usando a justificativa de estar em tratamento.

 

VEJA TAMBÉM: Bolsonaro diz que encontro entre Macron e Lula parece uma provocação

 

Ele e a esposa teriam então viajado até Assunção de carro, sem passar pela imigração ao sair do Brasil. De lá, o casal teria remarcado a data da viagem para os EUA, para o dia 13 de novembro, quando finalmente embarcaram para Miami.

metro1

Comentários