As séries vão dominar o mercado das novelas?

Mercado audiovisual nacional foi positivamente impactado nos últimos dois anos

Foto: Reprodução


A chegada das plataformas internacionais de Streaming com produções realizadas no Brasil redefiniu o cenário audiovisual brasileiro e ampliou a concorrência de mercado, fazendo com que as empresas nacionais saíssem da ‘’zona de conforto’’ para investir ainda mais em qualidade e também se adaptar ao novo modelo mundial de consumo de produtos de tv. 

Desde a primeira produção brasileira da Netflix, a série ‘’3%’’ que se tornou a série de língua não inglesa mais assistida dos Estados Unidos e uma das mais assistidas do mundo, o mercado passou por uma grande transformação e a partir daí empresas como Amazon, Disney Plus, HBO Max e outras passaram a produzir seus próprios produtos em solo brasileiro e o resultado disso é uma variedade maior de conteúdo e qualidade superior para o público consumidor. 

O brasileiro nunca consumiu tantas séries como atualmente, tanto as brasileiras quanto as internacionais. Mas isso significa que as novelas vão perder espaço para as séries? Não exatamente, mas o modo de consumo deve mudar e as diferenças já são visíveis através dos números. A nova novela da Globo ‘’Um lugar ao sol’’ que está no ar em ‘’horário nobre’’ está amargando nos números do Ibope, mas por outro lado se tornou o produto mais assistido no Globoplay, superando até mesmo o sucesso ‘’Verdades Secretas II’’ que estava na liderança há semanas e está sendo exibida com exclusividade pelo aplicativo de streaming. 

A segunda temporada de ‘’Verdades Secretas’’ também é um exemplo da transformação do mercado e um sinal de que as novelas não vão acabar. Embora a Globo tenha decidido investir pela primeira vez na segunda temporada de uma novela, a forma de apresentar este produto é totalmente diferente. A distribuição mudou, os episódios são divulgados por etapas em remessas de 10 episódios apenas no aplicativo e deve chegar na tv aberta apenas no próximo ano. A fotografia também mudou e apresenta uma estética muito mais ‘’internacional’’, uma clara estratégia de conquistar mais público no exterior, já que a primeira temporada foi exibida com sucesso em diversos países. A nova temporada está sendo divulgada em cidades dos Estados Unidos e Europa. Em Nova York a série foi divulgada nas telas gigantes da Times Square. 

No topo da Netflix Brasil, constantemente vemos produtos como ‘’Carinha de Anjo’’ e ‘’Carrossel’’, outro sinal de que as novelas devem se manter no mercado, mas cada vez mais fortes na internet, portanto a exportação de produtos brasileiros para outros países também deve aumentar. As plataformas de streaming começaram uma corrida para produzir um produto brasileiro que se torne um sucesso comercial mundial. A série ‘’Cidade Invisível’’ da Netflix chegou a ficar entre as mais assistidas do mundo por quase um mês no início de 2021, mas não chamou tanto atenção na mídia. O objetivo das plataformas é produzir algum tipo de produto que alcance o patamar de títulos como ‘’Round 6’’, ‘’La Casa de Papel’’, ‘’Elite’’ ou ‘’365’’. Vale lembrar que o Brasil já é uma referência na exportação de novelas e tanto a Globo quanto a TV Record exportam com frequência novelas para o mundo todo há muitos anos, no entanto, no mercado internacional as novelas e séries ocupam posições completamente diferentes já que as novelas não são tão populares lá fora quanto são aqui no Brasil, então a expectativa é que em breve uma série brasileira alcance sucesso mundial. 

Uma grande aposta da Globo para 2022 é a série ‘’Rensga Hits’’ que foi filmada recentemente em Goiânia e vai abordar os bastidores de uma disputa entre duas cantoras sertanejas famosas. A série, que conta com nomes de peso como Deborah Secco, Fabiana Karla e Alice Wegmann chega em um momento em que a música sertaneja está ainda mais em alta no país e até mesmo no exterior. A empresa vai apostar em um enredo com a cara do Brasil para levar mais público ao Globoplay, que já é o maior aplicativo de streaming do Brasil em número de assinantes. 

Para o ator Ivan Mendes, que está no elenco da série ‘’Rensga Hits’’, este momento do mercado significa uma renovação fundamental que trás investimento estrangeiro para o setor da cultura durante um momento de incentivo zero do governo: ‘’A chegada das plataformas de streaming foi fundamental para manter o mercado do audiovisual funcionando, como bem disse Wagner Moura na última entrevista que deu no programa Roda Viva, visto que o governo atual virou o vilão da sua própria cultura. Entretanto, a chegada das plataformas, mesmo com os pontos positivos indiscutíveis - aumento do mercado de trabalho, investimento de capital estrangeiro, aquecimento das produções audiovisuais, diversidade de conteúdos e gêneros - traz também um novo modelo de negócio que ainda está afinando os ponteiros. Na maioria das negociações contratuais é preciso vender a alma a preço de banana! Acredito que isso é fruto da novidade do mercado e que em breve as peças desse tabuleiro estarão melhor encaixadas, mas é preciso falar abertamente sobre esse assunto, caso contrário, continuaremos praticando o clássico padrão de comportamento de um país colônia que parece nos perseguir incessantemente. Precisamos abandonar essa síndrome de inferioridade em relação aos estrangeiros, principalmente Estados Unidos e países europeus. No próximo ano completamos duzentos anos de independência, está mais do que na hora de nos colocarmos perante ao mercado internacional como uma grande potência, ao invés de seguirmos lambendo as botas da falsa realeza. Somos um dos maiores e melhores produtores e consumidores de entretenimento do mundo, vamos ocupar nosso lugar de merecimento, nem acima e nem abaixo de ninguém, mas o nosso lugar’’ disse o ator.  

Profissionais do audiovisual brasileiro tiveram oportunidades ampliadas e conquistaram espaço para divulgar seus produtos em quase todos os países do mundo e agora, a carreira internacional tornou-se uma realidade possível tanto para atores quanto para produtores, diretores, roteiristas e outros tipos de profissionais da indústria. 

De acordo com a diretora de casting Erika Slama, existe espaço para todos os produtos, mas que a qualidade deve ser aprimorada cada vez mais: ‘’O brasileiro que antes só assistia novela começou a consumir muitas séries, que são produtos totalmente diferentes de serem feitos e distribuídos. Há espaço sim para as novelas, mas cada vez mais precisarão cuidar bem das histórias e também da qualidade delas para que essa cultura se mantenha’’ disse a profissional que tem entre seus trabalhos recentes a série ‘’Conquest’’ da Netflix, com produção do astro Keanu Reeves, da trilogia ‘’Matrix’’.

Comentários