BAHIA: Núcleo Territorial de Educação 20 promove I Festival virtual de música estudantil do Sudoeste Baiano, nesta quinta

O festival Musicante Sudoeste tem como objetivo fomentar a produção cultural e artística dos nossos estudantes através da música

Foto: Reprodução


Tudo pronto para a culminância do I Festival virtual de música estudantil do Sudoeste Baiano – Musicante Sudoeste, promovido pelo Núcleo Territorial de Educação 20 (NTE20).

O festival Musicante Sudoeste tem como objetivo fomentar a produção cultural e artística dos nossos estudantes através da música, dar visibilidade e criar um espaço para difundir e compartilhar as culturas e identidades do Sudoeste Baiano.

O festival foi composto por processo seletivo a partir de uma Comissão Julgadora. A proposta é  promover o engajamento e a sociabilidade dos jovens nesse momento da pandemia em que estes estão no processo de readaptação às atividades presenciais nas escolas. 

 

VEJA TAMBÉM: Saiba quando vai ser pago o novo crédito do Bolsa Presença para famílias dos estudantes

 

Os estudantes selecionados (doze músicas finalistas) participaram de oficinas artísticas de corpo e de canto para desenvolver e trabalhar suas habilidades artísticas. As canções selecionadas serão gravadas em estúdio profissional e socializadas como playlist através de plataformas de streaming de música e vídeos. A etapa final acontecerá nesta quinta-feira 09 de dezembro, às 17:00h com apresentação das músicas finalistas no Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima, com transmissão via canal do festival pelo Youtube 

CLIQUE AQUI

Nesta etapa final serão selecionadas as três primeiras canções colocadas, o melhor intérprete, além da música aclamada pelo voto popular. As canções vencedoras serão premiadas de acordo com a sua colocação e categoria. 

O Musicante Sudoeste se realiza em um momento em que os estudantes mais necessitam de estímulo para manter sua permanência e assiduidade nas atividades escolares. 

O festival vem também com o intuito de trazer de volta aos estudantes as vivências culturais que a escola pública sempre lhes proporcionou, a partir dos Projetos Estruturantes desenvolvidos em nossa região, além de tornar esse momento mais leve, cheio de vida, esperança e cultura. 

Comentários