Jovem de 20 anos tem casa invadida por homens encapuzados e é morta a tiros em cidade baiana

Residência foi invadida nesta madrugada; amigos suspeitam de homofobia

Foto: Reprodução/Redes sociais


Uma jovem de 20 anos, identificada como Camury Rosa de Jesus Amorim, foi morta a tiros dentro de casa. O caso aconteceu na madrugada desta quarta-feira (15), no bairro Gravatá, em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Segundo informações preliminares obtidas no local do crime pela Polícia Civil, três homens encapuzados invadiram a residência na Rua Vênus II e atiraram contra a jovem.

Depois de invadir o imóvel e cometer o crime, o grupo fugiu do local. Já foram expedidas as guias de perícia e de remoção do corpo.

De acordo com uma amiga de escola que não quis se identificar, Camury pode ter sido vítima de homofobia. Segundo a jovem, ela sofria constantes ataques dessa natureza. Ela também não teria envolvimento criminal algum que explicasse a morte planejada. A Polícia Civil não confirma se a linha de investigação passa pela homofobia.

Camury havia se mudado para Camaçari há pouco tempo. Antes, morava em Salvador, onde cursava o ensino médio em uma escola particular. "Tinha um tempo que não nos víamos, mas ela era uma pessoa encantadora, alma livre, coração bom e amada por todos", lamenta a amiga.

O caso é investigado pela 18ª Delegacia de Camaçari.

Correio da Bahia

Comentários