Cantora e compositora baiana Luiza Audaz lança novo single; [OUÇA]

A faixa é uma parceria da artista baiana com o DJ Zeh duh Ba$$ e com a dupla de produtores Deep Leaks

Foto: Vida Num Click Produções


A cantora e compositora baiana Luiza Audaz lança na sexta, 17 de dezembro, em todas as plataformas de streaming, o single de “Genesis”, seu quarto single, com clipe dirigido pela Vida Num Click Produções na 5° praia em Morro de São Paulo, Bahia, onde mora a cantora. 

 

VEJA TAMBÉM: Saiba os famosos que assumiram romances em 2021

 

“Genesis” é uma canção composta por Luiza Audaz em 2015 com a melodia criada sob um beat do produtor e DJ Zeh duh Ba$$ e revisitada seis anos depois com novo arranjo feito pelo Deep Leaks. 

“Costumo dizer que as letras que faço são profecias para mim mesma, muitas das vezes elas não fazem muito sentido naquele momento, são como abstrações poéticas surgidas da imaginação que o arranjo me traz. Falo do arranjo pois nesse caso meu processo de composição não foi através da harmonia feita no violão e da letra escrita em paralelo, que é um dos meus principais processos de composição. Mas foi feita a partir de uma base em que sampleamos  uma canção da banda inglesa Genesis e por isso o nome homônimo da música. Foi ouvindo o sample e a proposta inicial do arranjo que a letra e melodia surgiram.  E essa letra, que naquele momento era um devaneio poético sobre morar no mundo devagar e que enaltece repetidas vezes o porto e o mar, lugares de segurança e de expansão, que retomaram o sentido agora em 2021, seis anos depois da sua escrita, ganhando novo arranjo musical do Deepleaks e se encaixando perfeitamente no contexto que estou vivendo”, explica Luiza. “Por um lado o mar como mira do futuro, e por outro o porto, o terço o lar como lembretes das coisas essenciais,  do que me segura como esteio. O refrão é uma brincadeira mesmo do "todo menino é um rei" do sambista do Império Serrano, escola do Rio, Roberto Ribeiro do "cirandar" que é uma palavra que utilizo muito em minhas poesias, que me joga pra cena lírica da alegria e da entrega”, contínua. 

“A citação “vê o que a vida tem pra dar" retoma o papo sobre o que é essencial na vida, acho que quando escrevi "Genesis" lá no sertão da ressaca e agora lançando em véspera de temporada do verão baiano,  morando em uma ilha, me trás mesmo aquela viagem de estar numa perspectiva ribeirinha e praiana, vendo meu filho crescer e ser rei do seu microcosmo, é um convite para Devanir que está tudo ali na gênese da existência e que bom saber  que eu estou vivendo nesse futuro profetizado”, completa a compositora. 

Sobre as referências para a canção, Luiza conta que seu processo de criação é feito a partir de um caldeirão imenso de referências, nada milimetricamente pensado, mas que junta referências poéticas do Roberto Ribeiro com as sonoridades de Mayra Andrade e Luedji Luna culminando em uma vibe tropical e numa malemolência inspirada na SADE.

Comentários