Israel proíbe viagens dos EUA por causa da variante ômicron do coronavírus

Restrições, que já afetavam França, Reino Unido e a maioria dos países africanos, entrarão em vigor na quarta-feira e permanecerão até 29 de dezembro

Foto: David Silverman/Getty Images


Israel adicionou nesta terça (21) os Estados Unidos e outros países à lista de destinos considerados de risco, com a proibição de viagens devido à variante ômicron de Covid. A informação foi divulgada pelo portal Uol.

Um comitê parlamentar aprovou a recomendação do ministério de Saúde de adicionar Estados Unidos, Bélgica, Canadá, Alemanha, Hungria, Marrocos, Portugal, Suíça e Turquia à lista vermelha de países, informou Ronit Gal, porta-voz da comissão, em um comunicado.

 

VEJA TAMBÉM: Rui prorroga decreto e festas de Ano-Novo estão liberadas para 5 mil pessoas na Bahia

 

As restrições, que já afetavam França, Reino Unido e a maioria dos países africanos, entrarão em vigor na quarta-feira e permanecerão em vigor até 29 de dezembro, segundo a porta-voz. As medidas envolvem, especialmente no caso dos Estados Unidos, centenas de milhares de israelenses com dupla cidadania. 

METRO1

Comentários