Grávida mata marido com golpe de faca e é liberada após audiência de custódia

A grávida, que matou o marido, alegou à polícia que agiu em legítima defesa

Foto: Reprodução/ TV Record Itapoan


Uma mulher grávida foi presa no último final de semana depois de matar o marido, Lucas Santos de Souza, de 26 anos, com um golpe de faca, no bairro de Tancredo Neves, em Salvador. A gestante, que não teve o nome divulgado, foi liberada no final da manhã desta terça-feira (17) após uma audiência de custódia. O casal estava juntos há cerca de oito meses.

A mulher deixou a delegacia na companhia de advogados e com o rosto coberto. Ela evitou conversar com a imprensa, mas a sua defesa declarou que ela agiu em legítima defesa, já que era uma vítima da violência doméstica.

“Ela agiu em legítima defesa, para salvaguardar a vida dela. Não houve crime, a juíza relaxou a prisão por ausência de crime. Ela deu uma facada para defender a vida dela e do filho. Ela já havia dado queixa e vinha sofrendo violência doméstica diuturnamente. Ela está cheia de hematomas e com a barriga chutada, além de diversas escoriações pelo corpo. Brigas por ciúmes, quase todo final de semana ela recebia porrada”, disse o advogado da mulher, em entrevista à TV Record Itapoan.

O advogado disse ainda que a grávida está bastante abalada com o crime e que prestou socorro à vítima, além de acompanhá-lo até o Hospital Roberto Santos, onde ele não resistiu às complicações causadas pelo ferimento. O corpo de Lucas está sendo sepultado nesta terça, no Cemitério de Baixa de Quintas.

Uma irmã da vítima afirmou, também em entrevista à Record, que essa não foi a primeira vez que o homem foi ferido. Lucas, de acordo com a familiar, teria sido esfaqueado em outra ocasião durante uma briga entre o casal. 

BNews

Comentários