Vitória da Conquista intensifica ações pelo fim da violência contra as mulheres

Durante o mês de novembro até o dia 10 de dezembro, data que celebra o Dia Internacional dos Direitos humanos, acontece uma intensificação de ações em defesa das mulheres, como 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, um momento de mobilização global pela prevenção e eliminação da violência contra mulheres.

Desde o ano passado, a Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres (ONU Mulheres) iniciou a programação global ‘Tornar o mundo laranja pelo fim da violência contra as mulheres’ (OrangeurWorld), campanha realizada no Brasil e em outros 70 países, que tem o objetivo de estimular a utilização da cor laranja em roupas, monumentos, prédios e iluminações.

Em Vitória da Conquista, desde o última dia 4 de novembro as atividades foram iniciadas com ênfase em comunidades quilombolas. O Redação Mega conversou nesta segunda-feira (21) com Elza Mendes, coordenadora municipal de políticas públicas para as mulheres.

Elza Mendes ressaltou a necessidade de empoderamento das mulheres, os serviços prestados no município por uma rede articulada, que envolve Delegacia da Mulher, Conselho Municipal da Mulher, Coordenação de Políticas Públicas para as Mulheres e uma Vara de Violência Doméstica, entre outros, além de falar sobre os principais tipos de violência. Segundo Mendes, a violência psicológica é uma dos principais motivos que levam as mulheres a procurarem os serviços.